A quinze metros do arco-íris o sol é cheiroso. (Manoel de Barros)



domingo, 6 de maio de 2012

SIMPLIFICANDO

Olá amigos... Os que me visitam regularmente devem ter observado que ando um pouco ausente dos blogs. Pois bem, a gente chega com todo entusiasmo e vai abrindo os blogs conforme a inspiração, e chega uma hora que o tempo fica escasso e vai ficando cada vez mais difícil mantê-los como deveria e gostaria. Pensando nisso e não querendo me desfazer de nenhum deles, pensei o seguinte: a partir de então os reunirei no "Guardados e Achados". Nos marcadores constará o nome de cada um deles, ficando assim dividindo os assuntos como deve ser. Me perdoem a ausência nos seus blogs, mas com esta nova organização ficarei com mais tempo para visitá-los e retribuir o carinho de todos vocês. Beijos e Abraços. Não vou apagar o blog, por enquanto, apenas as novas postagens serão direcionadas ao GUARDADOS E ACHADOS ...................................

terça-feira, 17 de abril de 2012

Perfume de flor



E porque a respiração das flores é extremamente doce na atmosfera, (em suspensão na qual ela flutua, ondulando como a harmonia da música), vê-se, portanto, que nada pode deleitar tanto como saber que são as flores e as plantas que melhor perfumam o ambiente.

Francis Bacon (1561 - 1626)



quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Íris

A flor Íris é uma grande matéria-prima da perfumaria. Uma das mais caras, a mais facetada e talvez a mais feminina.
Sua essência é retirada da raiz ou rizoma por destilação a vapor, mas apresenta muito pouco rendimento, o que faz com que seja uma matéria prima muito cara.
Seu aroma lembra o da violeta, atalcado, herbáceo e amadeirado.

Os rizomas, secos e pulverizados, são empregados na perfumaria desde os tempos do Antigo Egito e Grécia, mas foi em Florença que adquiriu notoriedade.
A espécie mais empregada na perfumaria é a variedade florentina, conhecida como lírio florentino ou íris germânica
Utilizada na fabricação de talcos, pós, cosméticos e nas preparações para sachês e pot pourris.

Diz a lenda, quando aspergido nos lençóis, captura e mantém o amor desejado.

Seu nome Íris tem ligação com a mitologia grega:



Íris, a mensageira dos deuses, a personificação do arco-íris, era a ponte, a ligação entre o Céu e a Terra, entre os deuses e os homens. Geralmente é representada com asas e coberta com um leve e fino véu que, ao receber os raios do sol, toma as cores do arco-íris.
Na antiga Grécia, acreditava-se que a deusa Íris era encarregada de transportar as almas das mulheres para a eternidade e, por isso, era sempre lembrada nos rituais femininos.

Íris viajava com a velocidade do vento, podia ir de um canto do mundo a outro, ao fundo do mar ou às profundezas do mundo subterrâneo, deixando no céu o arco-íris como rastro.

O arco-íris é um símbolo universal do caminho e da ligação entre o mundo terreno e o mundo celeste. Representa a “escada de sete cores” por onde Buda torna a descer do céu. No Gênesis, o arco-íris é citado como símbolo de uma grande aliança, quando Deus diz a Noé: “Porei o meu arco nas nuvens e ele será o sinal da aliança entre eu e a terra. E quando eu tiver coberto o céu de nuvens, o meu arco aparecerá nas nuvens e me lembrarei da minha aliança convosco e com toda a alma vivente que anima a carne”.


Fontes:
- A Sinergia das Flores (livro de Rose Aielo Blanco e Ricardo Figueiredo)
- O Boticário
- Perfumes Bighouse

....................................